(11) 3045-0292 | 3045-1978
comercial@trio.eng.br
 

O que é a alvenaria estrutural?

Home » Notícias » O que é a alvenaria estrutural?

A construção civil é um setor rico em técnicas, materiais e tecnologia. Você pode encontrar diferentes maneiras em que um imóvel pode ser construído, sempre visando as melhores formas de avançar no setor.

Entre as muitas técnicas disponíveis dentro do setor da construção civil está a alvenaria estrutural. Essa é uma forma de construção em que a as paredes servem como parte estrutural do edifício, sem o uso de vigas e pilares para sustentação.

Assim, os blocos usados para as paredes fazem o papel de isolamento térmico, além de manter toda a parte estrutural do imóvel. E isso muda todo o sistema de concretagem durante a construção.

Essa não é uma técnica recente, ela já existe há um tempo, mas está ganhando força em todo o mundo nos últimos anos.

Diferenças entre a alvenaria tradicional e alvenaria estrutural

A alvenaria tradicional é essa com a qual estamos acostumados no dia a dia. A estrutura é garantida por pilares moldados por fôrmas de madeira, sendo este o método de construção mais utilizado pela indústria brasileira.

Nesse tipo de construção, os blocos são usados principalmente como material de vedação e separação de ambientes.

Já a alvenaria estrutural traz tanto o suporte da estrutura quanto a vedação em uma única etapa. Os próprios blocos são encaixados e fixados de forma que eles sustentem o próprio peso, além do peso de telhados e outras estruturas.

Os blocos de alvenaria estrutural podem ser de concreto ou cerâmica. Eles são vazados na vertical, e não possuem fundo.

Essas estruturas são bastante resistentes às ações externas, como vento e chuva, e é uma estrutura completamente segura.

As vantagens da alvenaria estrutural

Existem diferentes vantagens para esse tipo de construção, porém, a principal é com certeza a economia que essas obras oferecem. Por não utilizar vigas e colunas (que são sempre feitas com moldes de madeira), você tem uma economia da compra de materiais e dos insumos.

Outra parte onde é possível economizar é durante a instalação elétrica e hidráulica.

Na construção tradicional, depois que a parte estrutural do imóvel está construída, é preciso rasgar paredes e o chão para passar canos e conduítes. Estima-se que nessa etapa há um desperdício de 20% a 30% com materiais e mão de obra.

Esse tipo de alvenaria também gera menos entulho, tornando a obra mais sustentável, com menos consumo de matéria prima e menos poluição.

Por fim temos a agilidade e a rapidez de construção. A alvenaria estrutural exige menos etapas e pode ser construída com menos tempo.

As desvantagens da alvenaria estrutural

Esse tipo de construção também tem as suas desvantagens. A principal delas é a falta de flexibilidade uma vez que o projeto já está pronto.

Na alvenaria estrutural cada parede é responsável por garantir toda a estrutura. Sendo assim, não é possível quebrar paredes, nem ao menos fazer vãos sem antes consultar um engenheiro para analisar o projeto.

Até mesmo buracos para novos canos e tomadas precisam ser muito bem pensados na alvenaria estrutural.

Por isso, alterações futuras precisam ser pensadas logo na projeção inicial da estrutura. Isso exige mais conhecimento técnico e uma fase de planejamento mais minuciosa e bem pensada.

Outro ponto fraco desse tipo de construção é a necessidade de profissionais treinandos e familiarizados com essas estruturas.

Isso exige uma prospecção maior por profissionais que tenham conhecimento no assunto para evitar problemas. Há também uma limitação em relação à grandes vãos que sempre precisa ser levada em consideração.

A Trio Engenharia está sempre preocupada em levar para seus clientes os melhores produtos e técnicas do mercado! Com a gente o seu empreendimento está sempre em boas mãos. Acesse http://trio.eng.br/ e conheça mais sobre o nosso trabalho!

 

Posted on